segunda-feira, 17 de outubro de 2016

Alimentos e bebidas em cores que você normalmente não vê

Tomates são vermelhos, cenouras são laranjas e alfaces são verdes, quando alguém fala o nome de um alimento você provavelmente pensa nele com a mesma cor de sempre, mas e se fosse diferente? Chefs e artistas do mundo inteiro estão sempre tentando inovar e criar alimentos com cores únicas. Confira.

As Panquecas Red Valvet (Veludo Vermelho) são panquecas doces comuns, mas sua coloração é diferente do marrom que nós normalmente vemos. Para isso eles usam corantes alimentícios diretamente na massa dando um tom avermelhado e único. Embora ela seja vendida em docerias e restaurantes você pode encontrar diversas receitas na internet e fazer em casa.


Quando você pensa em cerveja o que vem a cabeça é aquela cor amarronzada, mas a cerveja verde está abrindo espaço no mercado mundial. Bebida principalmente no feriado de São Patrício a Green Beer vem em várias marcas diferentes, algumas delas usam apenas corante para dar cor, outras usam ingredientes novos na fórmula.


Ainda no mundo das bebidas temos o vinho azul, criado pela GIK o vinho é relativamente novo no mercado mundial mas já chamou a atenção de muita gente. O único motivo para a produção desse vinho é porque eles queriam inovar e redefinir a experiencia de beber. 
A coloração azul vem da pigmentação Antocianina encontrada nas cascas das uvas e de um corante de cor índigo. Uma garrafa custa cerca de 8 euros.

Em 2000 a Heinz decidiu inovar no quesito ketchup e criou os ketchups coloridos que vinham nas cores verde (para promover o filme Shrek) e depois roxo. A ideia deu certo e eles foram um grande sucesso, mas apenas por um curto período de tempo. Depois de alguns anos no mercado as mães deixaram de comprar o "ketchup falso" porque ele deveria ser menos saudável do que o normal, no ano de 2006 os ketchups coloridos foram removidos das lojas e até hoje muitos chamam eles de um dos maiores erros alimentícios já criados.


Criada em 1992 a Pepsi Crystal era completamente transparente, para simbolizar a "pureza" da bebida que seria uma opção com menos cafeina para os amantes da marca. A PepsiCo investiu pesado na propaganda e quando a bebida foi lançada ela vendeu rapidamente, mas suas vendas também caíram rapidamente, em 1993 a bebida já tinha sido cancelada. 
Em 2016 a Crystal foi relançada nos E.U.A, Canadá e Austrália, mas diferentemente da bebida lançado nos anos 90 a nova versão contem cafeina.


Quantas cores de manteiga você já viu? Provavelmente só uma, certo? Mas alguns anos atrás não era assim. A Parkay lançou as Fun Squeeze que nada mais eram do que margarina nas cores azul e rosa. O alimento não foi exatamente um grande sucesso, ele entrou e saiu do mercado sem ninguém notar.


Diferentemente dos outros produtos que você já viu nessa lista, a Batata Roxa (também chamada de Batata Azul) não foi criada pelo homem, e sim pela natureza. Originária da America do Sul sua cor roxa fica azulada depois de cozinhar, embora pouco conhecida essa espécie de batata ficou muito popular na Irlanda, dizem que seu sabor é mais parecido com nozes do que o de outras batatas.


Cheetos são laranja, mas nem sempre foi assim, para promover Star Wars o salgadinho passou a ser metade verde (em homenagem ao personagem Yoda) e metade laranja, o problema é que a mistura ficou parecendo algo podre.


Quando você pensa em água você com certeza não pena em algo preto dentro de uma garrafa certo? Mas foi isso que a BLK fez, a cor preta não vinha de corantes mas sim de minerais naturais e Ácido húmico, o que fazia dela uma opção relativamente saudável.


Por incrível que pareça de acordo com alguns cientistas o Tomate Negro é até mais saudável do que o comum, conhecido como Indigo Rose essa espécie foi criada para ser um super-alimento, como eles não são tão doces eles podem ser uma ótima opção para diabéticos. Criados pelo professor Jim Myers eles devem primeiro chegar ao Reino unido e depois ir para outros continentes,


Cenouras são normalmente laranjas, mas existem espécies de outras cores, como por exemplo a Cenoura Roxa. Antes do século XVII a maior parte das cenouras eram roxas, mas com o passar do tempo as laranjas dominaram o mercado, mas isso não quer dizer que as roxas deixaram de existir. Originaria da região do Afeganistão essas cenouras tem mais Betacaroteno (e consequentemente Vitamina A) do que suas primas alaranjadas.


Arroz nem sempre é branco, o Oryza sativa L é negro, mas fica roxo depois de cozinhado. Normalmente encontrado em países da Ásia essa espécie não é muito diferente do arroz comum, seu gosto é praticamente igual e eles tem a mesma quantidade de fibras.

Curtiu a matéria? Então curta também o nosso Facebook: Real World Fatos e leia mais matérias interessantes.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...