terça-feira, 11 de abril de 2017

Curiosidades sobre o Velho Oeste e seus grandes nomes

Quem nunca assistiu um filme de faroeste? Com cowboys andando a cavalo, duelando no por do sol e roubando os bancos enquanto lutavam com o xerife. o problema é que quase nada disso é verdade.
Conheça um pouco mais sobre o velho oeste e também sobre seus maiores nomes nessa matéria especial para os amantes do bang-bang.
E se você quiser ver essa matéria com temática pirata, clique aqui e se divirta.

Bom primeiro vamos começar com o que diabos era o Velho Oeste que todo mundo fala: Velho Oeste, Oeste Selvagem ou faroeste  são os termos com que se denomina o período e episódios históricos que tiveram lugar no século XIX (principalmente entre os anos de 1860 a 1890) durante a expansão da fronteira dos Estados Unidos para a costa do Oceano Pacífico. Embora a colonização do território tenha começado no século XVI com a chegada dos europeus, o objetivo de alcançar a costa oeste deveu-se principalmente à iniciativa governamental do presidente Thomas Jefferson, depois da Compra da Luisiana em 1803. A expansão da fronteira foi considerada como uma oportunidade de riqueza e progresso.
Conforme os "colonizadores" iam avançando eles iam enfrentando e matando tribos indígenas causando diversas mortes para os dois lados no processo.

Claro que depois que os colonizadores chegavam aonde queria eles tinham de montar suas cidades. mas o que pouca gente sabe é que essas cidades eram construídas em volta dos prostíbulos, é isso mesmo, todo mundo sabia que bares e minas podiam falir e fechar, mas prostíbulos sempre tinham clientela, por isso depois de um tempo as prostitutas eram quem mandavam nas cidades do velho oeste, afinal elas é quem tinham mais poder e dinheiro. Mesmo assim elas não tinham muito respeito na comunidade.
Jogatina e apostas eram outros dos grandes "fazedores de dinheiro" do Oeste, eles apostavam em tudo, até na cor do próximo cavalo que cruzaria a esquina.

Se você assistiu westerns você deve ter visto várias cenas de roubos a banco certo? Em vários filmes os foras-da-lei roubavam bancos, mas isso é apenas um mito, para você ter uma idéia, em 40 anos do Velho oeste, apenas 8 roubos a bancos aconteceram, isso mesmo, 8 roubos em 4 décadas. Hoje em dia as pessoas roubam bancos muito mais vezes do que antigamente.
Outra coisa que vale você saber é que naquela época os bancos eram construídos ao lado das delegacias exatamente para prevenir roubos, os xerifes ficavam bem perto dos bancos, sem contar que muitos bancos nem tinham tanta grana assim, os cowboys gastariam mais com cavalos e munição do que eles receberiam com os roubos.


Outro grande mito do oeste Selvagem é a violência, nos filmes as pessoas levam tiros a torto e a direito, mas na vida real não era assim, o Velho oeste era muito mais pacífico do que as cidades de hoje, até mesmo suas armas tinham um certo controle de vendas para evitar confusões. Entre 1870 e 1885, duas da maiores cidades do Velho Oeste (Dodge City e Wichita) tinham uma média de 0,6 assassinatos por ano, a maioria das mortes eram devido a doenças e acidentes com gado, carroças e cavalos.
Aqueles duelos pra ver quem atira mais rápido também nunca aconteciam, para ver quem era o melhor eles faziam competições como quem atira nas garrafas primeiro, quem atira mais rápido na árvore, atirar em um alvo pequeno de longe etc.


Mas o que seria do velho Oeste se não fossem os cowboys não é mesmo? Mas o que diabos é um cowboy? Cowboy significa algo como "menino que cuida das vacas", eles eram as pessoas que faziam o pastoreio do gado, nada a ver com roubar bancos e atirar para o alto. E também se engana quem acha que cowboys são americanos, eles eram mexicanos, chamados de vaqueros, apenas quando os E.U.A e o México começaram a se mesclar que os cowboys surgiram no Oeste.
Outro grande mito sobre os cowboys era sobre os seus famosos chapéus e vestimentas, afinal um cowboy não é um cowboy sem seu chapéu, o problema é que como você pode ver na foto acima, suas vestimentas variavam muito e seus chapéus também, nem mesmo grandes nomes como Billy the Kid e Bill Hancock usavam esses chapéus.

Falando em grandes nomes, o Oeste não seria nada sem os temidos fora-da-lei, embora as pessoas pensem que eles fossem cowboys, eles na verdade eram chamados de Outlaws (Fora-da-Lei), ou Gunfighters (Atiradores). Nisso os filmes não mentiram, muitos dos nomes que você ouvia realmente existiram, e esses criminosos existiam aos montes, eles normalmente roubavam pessoas, trens e carruagens, mas quase não matavam ninguém, mesmo assim vale a pena saber um pouco mais sobre as maiores lendas do Oeste Selvagem. 


O homem acima foi uma das maiores lendas do Velho Oeste de todos os tempos, mas você provavelmente não sabe quem ele é só pela foto não é mesmo? Nascido Henry McCarty mas também chamado de William Bonney, ele nasceu em Nova Iorque, em 23 de novembro de 1859, o jovem perdeu o pai ainda cedo e mudou-se com a mãe (Catherine) e o irmão para Indiana onde sua mãe se casou de novo. Eles mudaram-se várias vezes depois disso primeiro para Wichita (Kansas), depois para Santa Fé e finalmente Silver City (Novo México), onde sua mãe infelizmente faleceu de tuberculose.
McCarty tinha 15 anos quando sua mãe morreu. Sarah Brown, proprietária de uma pensão, deu-lhe alojamento e alimentação em troca de trabalho. Em 16 de setembro de 1875, McCarty foi acusado de roubar comida e dez dias depois, McCarty e um de seus amigos foram acusados de roubar roupas de uma lavanderia, McCarty foi acusado de roubo e preso, se ele realmente fez tudo isso não dá para saber, mas William não era tão idiota quanto os guardas pensavam, em apenas dois dias ele fugiu da cadeia e foi se esconder com seu padrasto, mas as coisas deram errado, seu padrasto lhe expulsou de casa e agora William ficou com raiva, ele roubou as armas de seu padrasto e também algumas roubas e essa foi a última vez que eles se viram, e também a primeira vez que William foi noticia em um jornal.
Após ir até o Arizona ele arranjou trabalho como um verdadeiro cowboy rancheiro, mas ele apostava seu salário em jogatinas, trabalhando em um rancho ele logo se envolveu com um criminoso e os dois passaram a roubar cavalos pelo dinheiro fácil, William ganhou o apelido de "Criança Antrim" por causa de sua idade, rosto barbeado e personalidade afável.
Seu primeiro assassinato foi por acidente, um bêbado chamado Cahill começou a provocar William e chamou ele de cafetão, William então chamou o bêbado de "Filho da Puta" e uma briga começou, os dois lutaram por um revolver e William acabou atirando sem querer em Cahill, as testemunhas confirmaram que foi auto-defesa, mas ele foi preso mesmo assim, e para a surpresa de todos, ele conseguiu fugir mais uma vez.
Ele fugiu novamente para México City, mas no caminho ele foi assaltado por índios Apache que roubaram seu cavalo, forçando ele a andar vários quilômetros até a civilização, quase morrendo de fome e cansaço ele pediu ajuda a um amigo, e depois se juntou com outra gangue de criminosos, e novamente saiu nos jornais, para não ser reconhecido ele passou a se chamar de William Bonney e abandou seu nome de nascimento Henry McCarthy. 
Em 1878 um fazendeiro poderoso e amigo de William foi morto, querendo vingança William se tornou um Delegado da Justiça nomeado por um juiz de paz e ele se juntou aos "Reguladores de Lincoln". o problema é que quem havia matado seu amigo fazendeiro poderoso, também eram poderosos, e eles logo conseguiram que um juiz corrupto retirasse o título de William, fazendo dele agora um Owtlaw (Fora-da-Lei). Sem saber que agora ele era procurado ele acabou sendo preso, mas seus amigos o libertaram e colocaram os guardas corruptos na cela dele.
Depois William e seu grupo de Reguladores emboscaram e mataram o Xerife William J. Brady e seu delegado George W. Hindman na rua principal de Lincoln. Durante a ação, Billy foi ferido por um tiro na perna e em outra batalha foi ferido no braço. Essa guerra durou mais alguns meses, Billy e seu grupo foram encurralados em uma casa, mas ele novamente conseguiu fugir. Para se vingar de William ele e três de seus parceiros foram acusados injustamente de assassinato, os outros três tiveram a acusação retirada, menos William, que agora era um Fora-da-Lei de verdade.
Em 1879 William e dois amigos continuaram a roubar gado e cometer pequenos furtos no Novo México até que Huston Chapmann, um advogado  foi assassinado em uma rua de Lincoln pelo próprio James Dolan, que havia participado do assassinato do amigo fazendeiro de William que, tantando fazer a coisa certa se ofereceu como testemunha de acusação e fez um acordo com o governador Lew Wallace. Segundo o acordo, William ficaria "preso" durante o processo, para sua prórpia segurança, enquanto esperava o julgamento dos assassinos e depois seria solto por seu serviço e ajuda. Mas em 12 de junho, William foge de Lincoln depois de descobrir que o procurador nunca o libertaria. Durante o processo, acaba por matar Bob Ollinger e J.W Bell, delegados da cidade e inimigos pessoais de William.
Depois de matar mais um homem em uma briga de bar em 1880, William saiu nos jornais mais uma vez, e o jornal lhe deu o apelido que o faria famoso pelo resto da história moderna, a partir de agora ele não era William Bonney, ele era chamado de "Billy the Kid", um nome que todo mundo conhece.
A 19 de dezembro de 1880, Billy the Kid e sua gangue chegavam a Fort Summer após o anoitecer para descansar. Lá, o grupo foi emboscado por Pat Garrett e seus homens. No confronto, Tom O' Folliard, amigo de Billy foi morto com um tiro no peito, 5 dias depois, em uma nova emboscada em Stiking Springs, Charlie Bowdre foi morto. Finalmente, na noite de 14 de Julho de 1881, Billy foi morto pessoalmente por Pat Garrett em Fort Summer, enquanto estava escondido no rancho de um velho amigo. Conta-se que Billy entrava no quarto de se amigo, quando percebeu alguém escondido nas sombras do cômodo. Não reconhecendo Pat, Billy perguntou em espanhol "quem é"? Garrett então, disparou duas vezes. Um dos tiros acertou o peito de Billy, que morreu pouco depois. Esse foi o fim da lenda do oeste, mas claro que nem todo mundo aceitou sua morte, alguns diziam que Billy tinha sobrevivido e ido para o Texas, mas não existem evidencias para provar isso. No dia de sua morte, Billy tinha apenas 21 anos, fazendo jus ao seu apelido
E por incrível que pareça a história de Billy continuou por muitos anos, em 1880 o governador de Novo México Lew Wallace havia prometido perdoar Billy pelo assassinato do xerife, mas a decisão desse perdão só saiu em 31 de dezembro de 2010, 130 anos depois, o perdão de Billy the Kid foi negado pelo governador do Novo México, Bill Richardson. E não precisa nem dizer que Billy apareceu em diversos jogos, filmes, séries, etc, o cara realmente se tornou uma lenda do Velho Oeste.


Você conhece os dois homens da foto acima? Eles são ninguem menos do que Robert LeRoy Parker e Harry Alonzo Longabaugh, mais conhecidos como Butch Cassidy e Sundance Kid. A história dos dois homens se tornou filme e eles vivem na lembrança de muita gente.
Butch e Sundance tiveram uma infância normal, até que passaram a cometer pequenos crimes como roubo de gado, Cassidy resolveu formar a sua própria gangue os Wild Bunch (Bando Selvagem), e juntos eles roubaram 7 mil dólares. Depois do bem sucedido roubo Cassidy chamou Sundance Kid para se juntar ao resto do grupo e ele aceitou. Em 1899 eles realizaram o crime que os deixaria famosos, eles roubaram um trem da Union Pacific, como eles fizeram não se sabe ao certo, mas eles conseguiram, e todo mundo ouviu falar desse roubo na época, depois do roubo eles foram perseguidos pelo xerife, que acabou morto pela gangue, depois disso foi uma caçada humana, todos os "Homem-da-Lei" queriam pegar o bando, seus amigos começaram a ser mortos pelos xerifes, e o bando começou a se reunir em determinados locais para evitar confusões. Os xerifes que não conseguiram pegar todo o bando passaram a contratar matadores para matar Butch, Sundance e quem mais tivesse sobrado. Ainda em 1899 o grupo roubou outro trem, deixando os xerifes putos da vida.
Após a prisão de Elzy Lay, Butch Cassidy juntou-se a Sundance Kid, formandoa dupla que se tornaria legendária. Afirma-se que, embora fossem assaltante e usassem armas, eles nunca feriram ninguém. 
Em 1896 Cassidy aparentemente pediu anistia ao governador e prometeu parar de roubar, mas como você já viu, ele não cumpriu a promessa.
Caçados pela polícia norte-americana, os dois bandidos decidiram tentar a sorte na América do Sul, chegando a Buenos Aires, Argentina, em 1901, na companhia de Etta Place, uma professora e namorada de Sundance. Usando nomes falsos e vestidos com requintada elegância, hospedaram-se no melhor hotel da cidade e depositaram cerca de 12 mil dólares na filial do Banco de Londres. Tidos como refinados cavalheiros, chegaram a fazer amizade com o vice-cônsul norte americano, George Newbery, e compraram uma fazenda na província de Chubut. Entre 1902 e 1906 levaram uma vida confortável, na condição de fazendeiros, mas quando acabou o dinheiro, voltaram aos roubos.
O primeiro assalto na Argentina foi a um banco de Rio Gallegos, na província de Santa Cruz. O seguinte aconteceu em Villa Mercedes, na província de San Luis. Após alguns outros assaltos, acharam mais prudente mudar de ares e cruzaram a fronteira da Bolívia.
Em 1907, Etta, doente, voltou para sua casa nos Estados Unidos, enquanto os seus companheiros permaneceram na América do Sul, roubando comboios, minas e bancos na Bolívia, Peru e no Chile, sempre perseguidos pelos policiais dos respectivos países.
Até hoje ninguém sabe o que aconteceu com eles, se eles viveram confortavelmente em algum lugar, se eles foram mortos pela policia, se voltaram aos E.U.A. O que realmente aconteceu com eles nos nunca saberemos, mas isso apenas aumenta a sua lenda.


Outra coisa que Hollywood nos ensinou é que todo bom Saloon tinha aquelas famosas portas, e normalmente alguém acabava sendo jogada por elas. Essas portas tinham algumas vantagens, em dias quentes elas permitiam a circulação do ar, e como os cowboys adoravam fumar elas também permitiam que a fumaça saísse, sem contar que era mais fácil que bêbados passassem por elas, mas mesmo assim essas portas eram raras, bares e saloons normalmente tinham portas normais, até mesmo essas portas eram muito maiores na vida real.
O problema com elas é bem simples, como o dono do lugar fecharia as portas e evitaria roubas com essas portinhas? Por isso elas não eram muito usadas.


Outro fato do Oeste visto em filmes, são os famoso tumbleweeds, aquelas bolas de feno que atravessam a tela antes de um duelo, essas partes de plantas são comuns em lugares abandonados, e elas são tão leves que saem voando com o vento, mas claro que elas não existiam em todos os lugares.


Outro nome famoso no oeste era o de Jesse James um fora-da-lei, conhecido por seus roubos. Porém, Jesse nem sempre foi um fora-da-lei. Antes de entrar para o mundo do crime, ele e seu irmão Frank eram simples agricultores. Alguns historiadores dizem que seu primeiro assassinato ocorreu com 14 anos de idade e ele teria matado pelos menos 20 pessoas, mas esses números são incertos.
Nascido no Condado de Clay, Missouri, na atual Kearney. O pai de Jesse, Robert S. James, foi um agricultor, comerciante de cânhamo e também pastor da Igreja Batista no Kentucky. Se mudou para o Missouri após se casar, tendo lá prosperado, comprando seis escravos e 100 acres de terra. Viajou para a Califórnia durante a corrida do ouro para pregar entre os mineradores e morreu quando Jesse tinha apenas três anos de idade. Sua mãe se casou de novo, e depois de novo, mas com a Guerra Civil chegando as coisas ficaram difíceis, o lugar onde Jesse morava ficava bem no meio do Norte e do Sul do país e era um campo de batalha esperando pela guerra.
A família de James ficou do lado dos confederados (o lado ruim que suportava a escravidão e o racismo), depois de lutar algumas batalhas James acabou salvando a vida de seu irmão que estava sendo torturado.
No fim da guerra Jesse, ferido, foi para a casa de um tio, onde foi atendido pela prima, Zerelda "Zee" Mimms, que tinha o mesmo nome da mãe dele, Jesse e Mimms começaram um relacionamento, casando-se nove anos depois.
O comandante de Jesse James, Archie Clement, tinha uma gangue e juntos eles roubaram o primeiro banco americano durante a época de paz. Não está claro que Jesse e seu irmão participaram do roubo, mas quando ganharam fama foram citados como os líderes do assalto.
Eles assaltaram mais e mais bancos, até que em 1869 James atirou em um bancário durante um roubo, porque confundiu ele com outra pessoa, essa foi a primeira vez que Jesse James foi parar nos jornais. Agora todos os delegados e xerifes queriam os James mortos, e quando mais eles caçavam eles, mais Jesse e Frank ganhavam fama.
Eles formaram a Gangue dos James-Younger com outros assaltantes e Jesse James como a face da gangue, eles roubaram bancos de Iowa até o Texas e do Kansas até a Virgínia Ocidental. Além de bancos, assaltaram escritórios de diligências e uma feira em Kansas City, Missouri. Em 21 de julho de 1873 eles roubaram um trem vindo de Chicago, descarrilhando-o em Adair, Iowa. O roubo rendeu a quadrilha três mil dólares (equivalente a $61.000). Eles ficaram conhecidos como assaltantes de trens e em apenas duas vezes eles roubaram os passageiros, pois basicamente se concentravam no vagão de cargas.
Os xerifes então contratou guardas particulares para pegar a gangue, mas os guardas foram mais brutais do que o necessário, eles mataram o meio-irmão de James e eles explodiram uma casa, arrancando o braço da esposa dele Zerelda. Depois disso o povo mudou de opinião, eles passaram a ver os xerifes e homens da lei como os vilões devido ao seu abuso de poder e passaram a ver Jesse James como o mocinho da história, e eles não estavam errados, o governo então teve de oferecer anistia aos cowboys fora da lei.
Jesse teve dois filhos e em 7 de setembro de 1876, a gangue James-Younger tentou o seu maior golpe, atacar o First National Bank em Northfield, Minnesota. Após o roubo, apenas Frank e Jesse James conseguiram escapar da lei. Esse era o fim da gangue. Em 1876, Jesse e Frank James foram até Nashville, Tennessee, usando os nomes de Thomas Howard e B. J. Woodson. Em 1879 eles recrutaram uma nova gangue e atacaram mais um trem em Glendale, Missouri, e depois mais dois. A nova gangue não tinha a experiência em guerrilha da antiga e muitos foram presos, deixando James paranóico. Ele mesmo assassinou membros da gangue achando que eles iriam trai-lo. Os irmãos acabaram voltando ao Missouri. Em dezembro, Jesse alugou uma casa em Saint Joseph, Missouri, não muito longe de onde ele nasceu e cresceu. Frank, contudo, decidiu se mudar para a Virginia.
Com sua gangue acabada por prisões, mortes e desistências, Jesse achou que só restavam dois homens em que ele podia confiar: os irmãos Robert Ford e Charley Ford. Mas até o presidente da época estava com raiva de James e todos os seus roubos.
Em 3 de abril de 1882, após comer o café da manhã, os Fords e Jesse James faziam os preparativos para outro roubo e cuidavam dos cavalos. Jesse estava sem o paletó e sem as armas e foi dito que ele removia o pó de um quadro, subindo em uma cadeira. Robert Ford, um dos dois únicos homesn em que Jesse confiava aproveitou a oportunidade e atirou em Jesse, bem na cabeça. O assassinato de Jesse James foi uma grande sensação nacional. Os Fords não tentaram se esconder após o feito. Robert Ford queria a recompensa prometida pela morte do ladrão. Uma multidão se dirigiu a casa de St. Joseph para ver o corpo do bandido,enquanto os irmãos Ford se rendiam as autoridades. Os irmãos Ford foram sentenciados à forca, mas, duas horas antes da execução, receberam o perdão do governador Crittenden que foi quem tinha mandado eles matarem James.
Após receberam as recompensas os assassinos passaram a reencenar a morte de James no teatro até que Charley Ford se suicidou em 6 de maio de 1884 em Richmond, Missouri após ser acometido de tuberculose e tomar morfina. Robert Ford foi assassinado por um pistoleiro em Creede, Colorado, em 8 de junho de 1892. E a esposa de Jesse James morreu sozinha e pobre.
Jesse James se tornou uma das maiores lendas do oeste, e seu ex-amigo e assassino Robert Ford é chamado até hoje de O Covarde Robert Ford.


James Butler Hickok, melhor conhecido como "Wild Bill" Hickok, foi uma figura lendária do Velho Oeste. Enquanto ele crescia, a fazenda do seu pai se tornou uma das paradas da rota secreta de fuga de escravos negros. A fazenda foi alvo de ataques de anti-abolicionistas e Wild e seu pai dependiam de suas armas para resolver esses conflitos.
Em 1855 Hickok, então com 18 anos de idade, teve uma briga com Charles Hudson e ambos caíram num canal. Pensando que ele havia matado Hudson, Hickok fugiu e se juntou ao Exército do Estado Livre do General Jim Lane. Em 1861, já com seu famoso bigode, ele se envolveu num tiroteio chamado de incidente McCanles, quando então começou a ser conhecido por "Wild Bill" ("Bill Selvagem" ou "Bill Maluco").
O cara se envolveu em vários conflitos e participou da Guerra Civil, mas quando uma criança anos se envolveu em uma confusão e foi ameaçado de morte ele matou alguém pela primeira vez fora da guerra. Além de soldado ele também era apostador profissional e queria ser xerife. Mas depois de matar um cara quando uma aposta deu errado, ele perdeu sua chance de ser um homem da lei. Depois disso ele virou ator, mas não tinha talento pra isso.
Em 1860 durante um passeio, Hickok tentou caçar um uro, mas a bala ricocheteou do cranio de animal que logo em seguida atacou Wild Bill, Bill matou o urso com uma faca, mas teve o peito , braço e ombro esmagados. Ele retornou ao Oeste e foi eleito xerife do Condado de Ellis (Kansas) em 23 de agosto de 1869. Em seu primeiro mês ele matou dois homens em tiroteios: Bill Mulvey e Sam Strawwhim. Em 17 de julho de 1870, ele se envolveu em um tiroteio com soldados desordeiros da Sétima Cavalaria, atirando e acertando em dois deles. Não foi reeleito para o cargo e em 15 de abril de 1871, Hickok se tornou delegado em Abilene (Kansas).
Enquanto trabalhava em Abilene, Hickok e Phil Coe, proprietário de um saloon, entraram em uma disputa que acabou em mais um tiroteio. Coe atirou duas vezes em Hickok quando este queria prendê-lo por estar armado na cidade. Hickok matou Coe
Depois de acidentalmente matar o seu parceiro Wild Bill deixou o cargo, ele logo foi diagnosticado com glaucoma e ophthalmia, em outras palavras, o grande e famoso xerife não conseguia mais mirar certo.
Obrigado a se aposentar Wild Bill se casou e decidiu levar uma vida mais leve como apostador, mas isso não durou muito. Em 21 de agosto de 1876, enquanto jogava póquer no Saloon, Hickok não encontrou vazio seu lugar favorito para sentar, então ele se sentou de costas para a porta traseira, ele pediu pra trocar de lugar duas vezes, mas ele foi recusado. Ele recebeu um tiro na cabeça de um revólver calibre 45, dado por Jack McCall. A lenda diz que Hickok estava jogando poker quando foi morto, e que segurava um par de ases, um par de oito e uma dama. Essas cinco cartas ficaram conhecidas como a "Mão do Homem Morto"..
Porque McCall matou Wild Bill ninguém sabe, Bill aparentemente tinha dado dinheiro para que McCall pudesse comer apenas um dia antes, por seu crime McCall foi enforcado.


Laura Bullion não tem apenas a honra de ser uma lenda do oeste como também a de ser uma das poucas criminosas femininas de respeito.
Bullion era descendente de nativos com alemães e seu pai era um fora-da-lei, o que quer dizer que desde cedo Laura sabia como a vida funcionava de verdade, aos 15 ela já namorava um bandido famoso (que era casado com a tia dela antes dessa falecer).
Antes de se tornar uma fora-da-lei Bullion trabalhou como prostituta, o que rendeu a ela uma grana.
Ela queria participar dos crimes junto com seu namorado, mas ele não deixava, na época ele estava envolvido com a gangue de Butch Cassidy, o grupo acabou dando a ela o apelido de "Della Rose", um nome que ela usava como se fosse deu, depois de um roubo bem sucedido a um trem ela teve de ficar na surdina para não chamar atenção, já que ela era praticamente parte da gangue.
Em 1901 ela acabou sendo presa por forjar assinaturas de bancos, com ela eles acharam $8.500 em documentos roubados, mas por um erro bizarro eles listaram o nome dela como sendo Della Rose, e Laura Bullion como um de seus apelidos. Ela também podia ter participada de outro roubo a trem "disfarçada como garoto" mas isso nunca foi provado legalmente.
Em 12 de dezembro de 1901, seu namorado foi preso. Bullion escapou da captura em 13 de dezembro de 1901, matando dois policiais de Knoxville no processo. Bullion e Kilpatrick foram condenados por roubo, com Bullion sendo condenada a cinco anos de prisão, e Kilpatrick recebendo uma sentença de 20 anos. Ela serviu três anos e meio antes de ser libertada em 1905. Kilpatrick não foi libertado da prisão até 1911.
Segundo um jornal da época, que cita o chefe detetive Desmond: "Eu nunca pensei que ela roubaria um trem. Ela é fria, não mostra absolutamente nenhum medo, e em trajes masculinos passaria facilmente por um menino. Tem um rosto masculino, e isso daria sua segurança em seu disfarce". Outros de seus apelidos incluíam "Desert Rose", "Wild Bunch Rose" e "Clara Casey". 
Quando Bullion apareceu em Memphis em 1918, ela usou os nomes "Freda Lincoln", "Freda Bullion Lincoln" e "Mrs. Maurice Lincoln", alegando ser uma viúva de guerra e que seu falecido marido tinha sido Maurice Lincoln. Ela também disse ser dez anos mais jovem, alegando ter nascido em 1887. 
Kilpatrick ficou em contato com Bullion através de cartas. No momento em que foi solto da prisão em 1911, ela se envolveu com pelo menos quatro outros homens. Kilpatrick foi morto roubando um trem em 13 de março de 1912. Naquela época, todos os membros da gangue dela já estavam na prisão, haviam deixado de ser bandidos ou estavam mortos. Em 1918, Bullion abandonou a vida de crimes e se mudou para Memphis, onde passou o restante de sua vida que trabalha como uma domestica e até designer de interiores. De acordo com seu obituário ela morreu de uma doença no coração em dezembro de 1961, ela foi a ultima de sua gangue a morrer com 85 anos de idade.


Se tem outra coisa que fez o Oeste famoso, foi o encontro entre cowboys e índios, e de todos os índios ninguém foi tão famoso quanto Haskay-bay-nay-ntayl, chamado pelos brancos de "Apache Kid".
Apache Kid foi capturado por índios de uma tribo rival quando ele era apenas um garoto mas ele foi libertado pelo exército americano, se tornando um órfão que passava seu tempo nos campos do exército, quando se tornou um adolescente ele foi praticamente adotado pelo chefe do exército Al Sieber, fazendo com que o índio logo se tornasse um batedor para a cavalaria. Ele foi logo promovido a sargento devido as suas habilidades. Ele trabalhou no México, mas depois de envolver em uma confusão enquanto estava bêbado ele foi mandado para os E.U.A novamente para evitar a forca.
Tudo ia bem até que durante outra festa enquanto estava bêbado uma confusão começou entre ele e outros índios, um dos índios matou seu pai de nascença e em retaliação Kid matou ele e outros, acabou sendo preso mas durante uma confusão ele fugiu e se tornou um fora-da-lei. 
O único trabalho de Kid no exército era ajudar os brancos a matar índios, o que fez dele um renegado para seu próprio povo, por isso ele conhecia os arredores melhor do que ninguém e junto com outros ele escapou do exército até o dia em que ele mesmo se rendeu em junho de 1887. Sentenciado por deserção e insubordinação o índio foi sentenciado a morte por esquadrão de execução, depois mudaram sua sentença pra prisão perpétua e depois apenas para 10 anos de cadeia.
Durante outra confusão causada por índios Apaches, Kid fugiu da cadeia mas foi pego novamente, mandando para outra cadeia Apache Kid e seus amigos subjugaram três guardas e fugiram novamente, segundo o único guarda que sobreviveu foi Kid que convenceu os outros a não mata-lo, salvando sua vida.
Devido a uma tempestade de neve, ninguém perseguiu os fugitivos, por anos todo mundo dizia ter visto Apache e seus amigos em algum lugar (pros brancos todos os nativos se parecem não é?), Kid até mesmo foi culpado de estupro e assassinato que ele nem deve ter cometido de verdade. Todo índio que morria era identificado como o Apache Kid, que acabou virando uma lenda, já que ele estava em todo lugar e em nenhum lugar. 
Até hoje ninguém sabe o que aconteceu com Haskay-bay-nay-ntayl, mas todo mundo tem uma teoria, o que faz a lenda dele ser enorme. 
Uma curiosidade é que um dos membros da cavalaria que caçou Apache Kid era Edgar Rice Burroughs, que anos depois se tornou famoso por criar o personagem Tarzan, será que o selvagem invencível da literatura teve alguma inspiração?

Se você curtiu essa matéria então curta também o nosso Facebook: Real World Fatos, leia outras matérias, divirta-se, mate sua curiosidade e volte sempre ao site para mais conteúdo interessante.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...