sexta-feira, 14 de abril de 2017

Imagens macabras e suas histórias - Parte 8

Você tem coragem de ver essas imagens? Essas imagens não são para todos, afinal nem todo mundo aguenta o mundo como ele realmente é. Se você ficou curiosos diga em frente, e depois clique aqui para ler as outras partes dessa matéria.

AVISO! A matéria a seguir não é recomendada para todos

Você já deve ter visto em filmes, desenhos ou livros alguém falar que guerreiros tribais encolhiam a cabeça de seus inimigos, embora muitos prefiram pensar que isso é mentira eles realmente faziam isso, o processo se chama Tsantsa.
O ritual dura aproximadamente um mês, e consiste em remover a pele do crânio, onde é colocada areia quente e um barro especial. depois a cabeça é banhada em uma fórmula de ervas que só os Jívaros conhecem.


As pessoas acham que execução via cadeira elétrica é algo rápido e lento, mas a verdade é bem diferente. O que mata o corpo não é a eletricidade no cérebro e sim o coração que começa a bater de maneira irregular.


Picadas de cobra também não são tão "limpas" quantos os filmes fazem parecer.

A imagem mostra soldados americanos se divertindo matando uma ovelha com um bastão de baiseball. O exército disse que iria investigar o caso, mas já se passaram anos e eles não fizeram nada.


A imagem mostra uma garota de 16 anos que foi linchada pela população da Guatemala, ela possivelmente teve envolvimento na morte de um taxista idoso. Ele foi atacada com socos e chutes e depois, ainda viva, eles colocaram fogo nela. A garota nunca foi identificada porque a policia ficou com medo da população.


Na África existem ratos tão grandes que quando humanos invadem seu território eles acabam se alimentando de bebês. Vale saber que em muitos países africanos crianças não dormem em berços e sim no chão, o que faz delas presas fáceis para os ratos que comem elas.



A imagem mostra como ficam os pés de uma bailarina depois de alguns anos de treino.



Já essa mostra como fica uma guitarra depois de um show.



E essa é a mão de um ginasta depois do treino.



E é assim que um baterista fica depois de um show



Essa é a orelha de um praticante de jiu-jitsu



É muito comum que durante guerras na África os soldados vencedores mantivessem os perdedores como escravos, mas eles também podiam punir os perdedores cortando a mão deles fora, isso inclui mulheres e crianças também.


A Yakuza (máfia japonesa) também é uma grande fã de castigos corporais, lá quem desobedece o chefão tem de cortar fora seu próprio dedo como um pedido de desculpas. o problema é que a policia começou a usar isso para identificar os criminosos o que fez com que a prática decaísse nos últimos anos.



Se você acha que pedofilia é ruim saiba que existe um tipo ainda pior, chamado de Hurtcore esses vídeos mostram crianças sendo torturadas e estupradas até a morte, e como a policia não consegue rastrear os vídeos é impossível saber quantos deles são feitos por dia.



Esses são alguns dos corpos das vítimas do atentado terrorista de 11 de setembro.


Não deixe de visitar o nosso Facebook: Real World Fatos e deixar sua curtida
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...